20121120

lembrani , qdo era criança e corria de lençol nas ruas a noite , com apenas uns 7 anos , correndo me imaginando , uma heroina , uma vampira , uma musa , uma linda ......pelas ruas vizinhas da minha avó , lembrando dos meninos me chamando de she ha . uma liberdade única , qdo somos crianças , que qdo somos gente grande temos que lutar para te-la em nossa vida. em casa agora aos 30 anos , que delicia falar trinta anos , que delicia <3 muito amor . as escolhas que fiz lá tras , estou colhendo algumas agora , as vezes a carência e a insegurança , faz vc cometer erros , sim , sei melhor arriscar do que não fazer nada . Não entendo ainda , pq sexo na minha vida começou tão cedo , apesar de ter feito apenas aos 18 , sim sou de peixes e isso resulta em ser romãntica. lembrei esse dias de uma menina ficar nua na cama , e pedir pra eu deitar em cima , isso tipo uns 8 anos e ela tb , me vem tb a imagem de uma outra querendo me beijar no corredor do predio , meu primeiro beijo de lingua . uma linda , acho que chama Flavia ela era mais velha , foi legal e nojento , muita bába ...rsrsr. meu primeiro beijo com homem , foi aos 13 , um menino já mais velho , eu indo pra casa da minha outra avó , foi bem quente e arriscado. já minha primeira intervenção no mundo sexual , deve ter sido tb com 7 anos , com meninos mais velhos , querendo e mandando eu chupar o pau deles , não foi bom , pois tinha essa intenção de medo e força.

20120329

plantando e colhendo...
... , será que realmente , plantei tudo isso.

Ainda não sei mas olha nada é fácil , ainda bem que temos tempos lindos, maravilhosos e felizes na vida .
Quero viver quero amar , será que vou amar , será que vou ter aquele amor de filmes , de romances , ou será que sou péssima mesmo , realmente os segredos que escondemos de nós mesmos são os piores, será que na vida eu só fiz realmente malvadezas (risos de Joan crawford )
Na minha vida , tudo é meio mágico , sempre tudo foi muito feliz , fantasioso , alegre ,sonhador , sempre cresci muito , sempre chorei , sempre fui forte sempre sofri , levei meus próprios tapas , mas sempre soube que no final viemos todos pra sermos felizes , mas agora não sei mais o que penso , quer dizer penso que sim, felicidade sempre .
Na minha vida , sempre comecei tudo muito cedo , principalmente , a vida sexual com a descoberta da minha sexualidade, apesar de perder minha virgindade apenas aos 18 anos, com a minha amiga falando pra mim relaxar a mente e o músculo, enquanto isso eu praticamente na despedida de um solteiro magia ,(amo/sou) . que delicia foi essa cena , mas depois eu conto rsrsr
Sempre gostei muito de fazer sexo oral (sapeka) ,de sentir seu corpo pesando sobre o meu (romântica), amando seus lábios tocando os meus , amo as preliminares, adoro o calor do cio dos nossos corpos rsrsrs
Bem quente isso , hein!!!!
Qdo eu era uma criança , com seis ou sete anos , querendo ver um corpo masculino , que eu tanto desejava , encontrei o do meu avô , aproveitava que meu ele dormia , para bolinar em seu corpo . sim eu me aproveitava do meu avô, pois ele bebia muito água que passarinho não bébe ,que ele desmaiva na cama , eu aproveitava para pegava no seu pau , sim pegava sentia seu cheiro , beijava, olhava , e tudo isso enquanto ele apenas dormia, não me sinto uma pecadora , nem nada , era tudo tão natural pra mim , que fazia repetidas vezes.
Era puro ou não era puro , não sei se era puro , mas tinha uma descoberta nova ali ,uma liberdade um mundo um desejo novo .
Até que um dia meu tio irmão da minha mãe entra no quarto e me vê nessa cena , e conta tudo pra sua irmã , foi bem drama , uma nuvem escura , nessa mesma época tb tinha escrito uma carta de amor , para um amigo da sala de aula , que não tive coragem de entregar , mas que guardei ela comigo em minhas coisas , que mais tarde meu pai arrumando as coisas , ele acha, e `a mostra para minha mãe. nossa me veio a cena toda , ele arrumando um armario no corredor , qdo ele pega o papel e começa a ler , e chama minha mãe no quarto e mostra pra ela , Qdo meu pai soube que eu bolinava no pinto do meu avô com ele dormindo , meu pai queria saber o que eu fazia com ele e pediu para eu mostrar pra ele o que eu fazia,com meu avô , foi um grande constrangimento acho que eu devia ter uns nove, dez anos de idade , qdp tudo isso aconteceu quase ao mesmo tempo. , que delicia , senta que tem bolo pra vc apagar as velinhas rsrrs .
Todas essas reações e questionamento , me deu muito medo , me fez se esconder , e me fazia mentir , falando que tudo isso não existia , que na verdade eu gostava de mulheres. pois me fazia pensar que tudo que eu fazia e sentia estava errado .
Isso foi bem marcante pra mim, sim eu era gay , sim eu gostava de homens ,e ali estava meu pai e minha mãe querendo me entender. e eu mentindo pra eles falando que not , por falta de coragem.
Nesse tempo pensava , que todos os homossexuais seriam iguais , e que todos na verdade queriam ser mulher e todos iriam virar uma em algum momento na vida , pra mim não existiam tantos nichos de gays e seus guetos e rótulos .

20100104

PELOS PODERES DE....

... Moro sozinha vão se fazer dez anos , desde dos dezoito, perdi minha mãe com treze , minha avó com uns dezessete , tudo foi muito rápido.
Talvez isso tenha me deixado um pouco fria, talvez...

Lembro quando ia dormir na casa da minha avó ainda com a minha mãe viva e esperava todos irem dormir para sair pelas ruas vizinhas com um lençol amarrado no pescoço fazendo uma cena de capa de heroina , tipo o desenho animado Shirra, na época era meu apelido no bairro, se instalou sobre mim já quando eu tinha uns 5 ou 6 anos, pois sempre amei este desenho.

Foram várias noites, se percorrendo pelas ruas do bairro, com porteiros me olhando , se perguntando que criança louca é aquela?...Mas eu fazia uma cena de filme de aventura em que os olhares deles podiam cair sobre mim, fazia parte da programação visual.
Quando se é criança , ou adulto , ou jovem ou velho , bom enfim no seu sonho quem deve sonhar e mandar é você mesmo o sonhador.

Os meus Avós, dormiam bem cedo , pois eles tinham uma Banca de Jornal , eram Jornaleiros então eles acordavam bem cedinho tipo umas quarto , cinco horas da manhã, em um outro momento bem breve da minha vida , este era o horário em que eu chegava das festas que ia , depois falo sobre esse tema, mas bem como eles eram jornaleiros dormiam bem cedo , então eu saia pelas ruas tipo umas dez horas da noite , correndo ou fazendo cat walk pelo Alto de Pinheiros, loucurinhas, Welcome Vila Ida!!!
Isso já era o nascer de Renata, pois nessa fase eu não me vestia de” femme fatale”.
Lembro que eu tinha super –poderes –mágicos!!!
Que delicía ser criança livre solta sonhadora mais feliz do mundo
Espero ser assim pro resto da vida..kkkkk

Que delicía de vida, espero viver cada vez mais feliz!!!

WHO IS KARL

20081121

PRETTY WOMAN

Fiquei com vontade de contar uma situação da minha vida e com saudades de escrever.
Então me lembrei de algo que já queria ter contado aqui.
Uma vez....exercendo uma das primeiras profissões da história deste mundo ,"a prostituição", com muito prazer é claro!!!
Adoro Surrealismo!! Porém nossa vida é Real, logo perde um pouco de poesia e ganha um pouco de dor, fazendo ela virar poesia, dá pra entender?!
Me lembro, como se fosse, hoje....rsrsrs, mentira minha memória já não é mais a mesma.
Mas bem, vamos lá aos poucos vou me lembrando,e escrevendo meu primeiro encontro pago ou programa evocando a minha "Pretty Woman" foi assim:
Eu tinha cerca de 15 ou 16 anos, louraça do Bairro, morava com meus avós, e estudava de manhã,me vestia ainda escondida de mulher da minha família.
Estava eu com minha famosa amiga Maria, ela tinha me levado para ver um show dela de dança do ventre, em uma sauna bem longe da onde a gente morava, lembro-me que ficava perto do Shopping D.
Mas como ela tinha me convidado lá fui eu ao safari.
Era uma noite de Festa, ia ter shows de garotos, drags e travestis, a sauna estava aberta ao público, não era uma festa fechada.
Lembro como fiquei no cio, com a presença de vários bofês e necas explícitas , teve naquela noite mesmo uma oportunidade de fazer meu primeiro programa, um cara um pouco mais velho me ofereceu uma grana para me ver transando com um menino de programa que eu estava paquerando que trabalhava ali na sauna mesmo até hoje a classe trabalhadora me chama atenção para o casting.BUT, não rolou pois eu era virgem ainda e queria algo um pouquinho mais romântico podia ser com o michê mas não com um cara olhando...hahahaaha.

Lá conheci Ricardo, nem sei se o nome dele era esse mesmo, ele era dançarino de dança do Ventre, fazia aula junto com Maria, fora isso era um cafetão que mantinha um apartamento, na R: Pamplona, ali no Jardins, uma casa fina de finos tratos, para carinhos pagos, deu para entender neh?
Ele também fazia programa tanto como homem quanto vestido de mulher.Ele mantinha um corpo bem masculino, como uma barbie da The Week, não cheguei ver ele montada, mas devia ficar interessante.
Bom naquela noite que conheci ele, logo me fez uma oferta de trabalho.
Eu como só queria muito ter o meu próprio dinheiro, e morar sozinha, logo marcamos uma reunião , para ela me explicar como seria a minha nova vida.
Me lembro que ele estava muito magoado, com uma travesti que tinha trabalhado ali na casa , ela tinha resolvido ir embora para a Itália e trocado ele por outra oferta, algo assim.
Então apenas trabalhava ele, com mais um amigo e estava precisando com uma certa urgência de uma feminina mais delicada e masculina.
Então logo combinamos tudo certinho como seria,feito o pagamento e a minha preparação e tudo mais, de cuidados e segredos, lembro que rolava um truque nesta época, um truque chamado ELZA....rsrsrs
Sim, naquele apartamento tão fino e com um endereço , tão bem pago, rolava uma truque nos clientes da casa.
Mas que na hora, com toda a beleza daquele apartamento,de uma nova oportunidade e com tantos novos compromissos como ir no cabelereiro compras de roupas novas , e mais um monte de coisas que com quinze anos toda a bicha ama.
Comecei no dia seguinte.
Já existia um anúncio para minha pessoa em dois jornais grandes, dizendo que me chamava, Rúbia, que era passiva e ativa, e mais outros fatores, como dote, busto, valor e local, eu achava tudo muito engraçado e via naquele trabalho uma chance de me dar bem.
Tive uns três dias de workshop, com ele e seu amigo, era todo um esquema bafô o da Elza, como era um apartamento bem grande, tinhamos que abrir a porta e ir para um quarto onde tinhamos que deixar todos os pertences do cliente, bolsa, roupa, e acessórios , os clientes deviam pensar que só tinha eu no apartamento , mas na verdade eles estavam escondidos no quarto de empregada.
Absurdo eu contar isso, mas na vida muitas coisas acontecem não é mesmo?!
Bom enfim, chegada a hora do cliente marcado.
Após três dias de princesa, ali estava eu como uma escrava do prazer, ouvindo a campainha, o toque do seu amo.
Tudo em seu lugar, eu linda e tensa , bem nervura.
Quando abri a porta, o primeiro estágio eu tinha passado bem , ele era jovem e bonito, estava de terno cinza e carregava uma mala de negócios, era final de tarde.tinha costas largas, moreno, era vesgo, cabelo raspado e corpo atlético.Estava começando bem, pois podia ter há má sorte, de ser um mostro, e ter que aceitar da mesma forma se fosse um príncipe.
Lembro até hoje, que estava muito nervosa, com tudo ao mesmo tempo agora!
Acertei , tudo fui para a sala, começamos a beijar e ele me tocava.
Fomos para o quarto, deixando todas as coisas dele ali no outro quarto, mas não consegui fechar a porta. Ele ainda vestia uma camisa e o blazer.
O truque não rolou, pois bem no bolso da camisa e do blazzer, era aonde estava a carteira dele.
O programa em si , foi ótimo eu me diverti super, o homem foi super fofo comigo, tinha uma neka tudo, ele era meio passivo mais que ativo, no final ele queria apenas ficar "brincando" comigo.
Mas sabia que tinha feito tudo errado!
Ok.
Então decidi uma coisa que prezo até hoje e o poder da escolha, e isso não se pode ter nesta profissão.
Acabou que no mesmo dia eu decidi que não ia voltar mais para aquela casa, pois sabia que mais cedo ou mais tarde teria que enfrentar um cliente que não fosse do meu gosto e de fetiche a gente não vive.
Então nem apareci no dia seguinte para o trabalho, nem nos outros dias.
Lembro que mais tarde encontrei com Ricardo, e ele super entendeu e percebeu que eu não tinha mesmo o sangue frio que se tem que ter , quando se trabalha sendo uma puta.
Ao mesmo tempo que sou uma garota material também sou muito romântica!!!

beijinhos flores
e
sorte

20081118

LOVE YOU

Gente como o amor é maravilhoso sempre, tanto o meu lindo gato quanto o sentimento que nasce em nosso coração.
Eu, recentemente vi um filme no Festival Mix Brasil, que me tocou muito, maravilhoso ver pessoas corajosas, que encontram sua força naquele sentimento que nos faz acreditar que tudo vai melhorar sempre, e que acima de tudo se não for melhorar , mesmo assim sairemos felizes, pois foi feito com o famoso sentimento "amor".
Neste filme documentário de uma Hemafrodita, que se prostitui desde 14 anos, pelo amor que tinha `a sua cafetina, chegando a transar com 100, 200 ou 300 homens com cada relação durando mais ou menos dois ou três minutos, em uma casa nada limpa e confortável em algum lugar em Marrocos, e que hoje ainda continua nesta vida, mas agora em sua própria casa e anúncio , sendo casada com uma mulher e tendo netos, Claudette é absurdamente a pessoa mais corajosa que conheci, sim ela teve a escolha de mais tarde estudar e virar arquiteta , mas percebeu que amava aquela profissão e que não somente existia naquela oportunidade uma dádiva de Deus, pois poderia dar carinho e atenção `a pessoas que nunca tiveram esta chance, por problemas físicos ou até mesmo mentais, sendo eles os mais bizarros, que podemos imaginar, como tb poderia ser livre, pois em todas as outras profissões, ela teve que disfarçar, para ser incluída no nicho que estava.

Uma das coisas que mais me tocou, foi ela dizer que sempre seremos julgadas, tanto disfarçando o que realmente somos, tanto sendo o que realmente somos.Pode aumentar o número de julgamentos, mas seremos mais felizes sempre sendo o que realmente somos.

Posso dizer com o maior orgulho, que depois te ter me assumido para minha família, sempre fui o que realmente quis, mesmo em alguns momentos, fazendo o que outras pessoas me pediam.Eu estava sendo eu.


Agradeço muito aos meus anjinhos raiozinhos de Sol, por sempre estarem comigo, me guiando e me fazendo uma cria de mim mesma.
Tomara que sempre seja assim, OBRIGADA!!!

20081019

APAREÇA!!!!



www.juisi.blogspot.com

UMA BOA SEMANA!!!!!!!

NOITE FELIZ

Gente muita correria , Sacolão de Estilo foi um sucesso mágico e Iraquiano.
Adoro toda essa correria de vendas no Juisi, vendas no Sacolão, performance e dancinhas no Vegas, eu amo muito tudo isso,delícinha speed walk!!!
Até em ensaio de escola de Samba eu fui no sábado a noite, e super vou voltar , pois é muito bom e alegre

Engraçado, como nossos pensamentos mudam muito rápido `as vezes pensamos que estamos fazendo uma coisa absurda mas que na verdade não passa de uma coisa normal para os outros olhares, mas se para nós aquele momento é especial ele vai ser, tipo a assim:"Tudo que eu quiser o cara lá de cima vai me dar" frase que nasci ouvindo e acredito até hoje.

Eu quero é mais" C'est Si Bon" , e pelo jeito é para isso que caminha a humanidade para o melhor!!!